Consulados mais procurados vão ter atendimento telefónico permanente

Data:

Nos consulados portugueses que registem uma “procura considerável” de utentes vai ser montada uma estrutura de «call center», um serviço de atendimento telefónico permanente, revelou o secretário de Estado das Comunidades, referindo que este já existe nos postos consulares do Luxemburgo e de São Paulo, Brasil.
“O call center é um serviço que só se justifica” nos consulados que tenham uma “procura considerável”, afirmou António Braga aos jornalistas no dia 2 deste mês, no final de uma reunião com a Comissão Parlamentar dos Negócios Estrangeiros.
De acordo o secretário de Estado, os “call center” estão a entrar “paulatinamente” em funcionamento e não existe uma data para que todos os consulados disponham deste tipo de serviço. São Paulo e Luxemburgo são alguns dos postos consulares com este serviço, que permite aos utentes resolver, por telefone, questões urgentes e marcar a hora e o dia de atendimento no consulado.
No âmbito da reestruturação consular, António Braga voltou a referir que o consulado virtual, que permite o tratamento da maior parte dos assuntos pela Internet, incluindo obtenção de vistos, vai entrar em funcionamento até ao final de Outubro. “O consulado virtual é um serviço que vai aliviar e responder a muita da procura nos consulados”, salientou o governante.
António Braga negou novamente que o plano integre o encerramento de consulados, uma vez que se trata de “um redimensionamento da rede consular portuguesa”. “Onde havia uma estrutura com uma certa dimensão actualizamos em função da procura. Nenhuma estrutura fecha, alterou-se a representação dessa estrutura. Onde antes havia consulados passa agora a existir escritórios consulares ou consulados honorários”, afirmou.
Em França, onde existiu uma maior contestação à reestruturação consular, os consulados de Versalhes e Nogent vão ser fundidos no consulado de Portugal em Paris, que passará a funcionar com um horário alargado e com maior número de funcionários. O secretário de Estado salientou que o consulado em Paris terá “melhores condições físicas, materiais e humanas para responder mais qualificadamente à procura dos serviços”.
Questionado sobre a entrada em funcionamento do “mega-consulado de Paris”, António Braga disse que “as obras estão a decorrer” para se “fazer a transição”, que deve ser “gradual”.
O secretário de Estado não avançou datas quanto à inauguração dos consulados em Winipeg (Canadá), Ticino (Suíça), Orlando e Ontário (EUA), referindo apenas os que se encontram “em fase avançada”.
O secretário de Estado garantiu que o plano de reestruturação consular estará concluído até ao final do ano.

Registe-se gratuitamente na nossa área reservada onde pode ter acesso à edição em PDF do jornal O Emigrante/ Mundo Português.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.