Tabuleiro rodoviário da ponte Eiffel reabre

Data:

O tabuleiro rodoviário da ponte Eiffel de Viana do Castelo, fechado para obras desde 01 de Fevereiro de 2006, reabre a 30 de Outubro, após um investimento de 8,6 milhões de euros, anunciou hoje o ministro Mário Lino.

O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, que falava no decorrer de uma visita às obras, explicou que toda esta demora se ficou a dever aos problemas “de alguma gravidade” de deterioração de materiais detectados logo após a remoção do tabuleiro, que obrigaram a estudos adicionais, coordenados pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).

Acrescentou que se trata de uma ponte de ferro, com 129 anos, e sujeita a “um ambiente marítimo” que propicia fenómenos de corrosão.

Mário Lino sublinhou “o bom trabalho de projecto e de construção” desenvolvido naquela ponte, que lhe vai permitir “durar muitos anos”, assegurando a travessia de veículos automóveis e de comboios.

Paralelamente, decorre também a empreitada de reabilitação e reforço das infra-estruturas da ponte, nomeadamente dos pilares, num investimento de 3,8 milhões que deverá estar concluído até Março de 2008.

A centenária ponte metálica de Viana do Castelo foi encerrada ao trânsito rodoviário a 01 de Fevereiro de 2006, para obras de alargamento e recuperação, que, segundo o prazo inicialmente fixado, deveriam estar concluídas em finais de Julho desse mesmo ano.

No entanto, os trabalhos foram suspensos devido a problemas de corrosão, detectados após a remoção do tabuleiro, que obrigaram à realização de novos estudos, análises e ensaios “mais complexos e aprofundados”, sob orientação do LNEC.

Na substituição do tabuleiro rodoviário, e segundo números hoje divulgados, foram utilizados 252 mil quilogramas de aço.

Os utentes já fizeram duas manifestações públicas de protesto pelo “arrastar” da obra, precisamente por ocasião do aniversário da ponte, que se comemora a 30 de Junho.

Na última manifestação, a Comissão de Utentes distribuiu um documento adiantando que os 12.500 automobilistas que utilizavam diariamente a ponte Eiffel de Viana do Castelo já tinham gasto cinco milhões de euros “a mais” em combustíveis desde o encerramento, para obras, do tabuleiro rodoviário daquela travessia. Segundo Arménio Belo, líder da Comissão de Utentes da ponte, os habituais utilizadores são obrigados a fazer 11 quilómetros a mais por cada viagem entre Viana do Castelo e Darque, o que, no total, dava, até àquela data, cerca de 70 milhões de quilómetros feitos exclusivamente por causa do fecho da ponte.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.