EUA: Acidente laboral mata operário português em Nova Iorque

Data:

Um operário português morreu na sexta-feira, ao cair do tabuleiro inferior da ponte do estreito Verrazano, em Nova Iorque,foi hoje anunciado. Manuel Pereira, de 48 anos, foi empurrado por uma barreira de betão que tombou sobre uma passadeira de madeira no exterior da ponte. 
Em consequência, o operário caiu de uma altura de 15 andares numa zona arborizada do Parque John J. Carty, perto do forte Hamilton, em Bay Ridge, Brooklyn.
Manuel Pereira, que trabalhava para a El Sol Contracting & Construction Corp, de Maspeth, uma das empresas que há 21 meses está a fazer trabalhos de reparação na ponte, vivia com a mulher na Rua Sullivan, no SoHo, em Manhattan. Embora o acidente ainda esteja a ser investigado pelas autoridades, outros operários que estavam a trabalhar no local dizem que uma máquina que estava a alinhar as barreiras de betão deve ter tocado noutr, que tombou sobre a passadeira e derrubou Manuel Pereira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.