Euro 2008: Portugal empata e complica

Data:

A selecção portuguesa de futebol empatou ontem a um golo, em casa, frente à Sérvia. O resultado mantém Portugal na terceira posição do grupo A de qualificação para o Europeu de 2008, e fora da zona de apuramento para a fase final.

O avançado Simão inaugurou cedo o marcador (aos 11 minutos), na transformação de um livre directo. Mas o minuto 87 voltou a ser «carrasco» para a selecção das Quinas que sofreu, pela segunda vez em cinco dias, um golo. Marcado por Ivanovic em nítido fora-de-jogo, acabou por ditar o empate frente à Sérvia, um adversário directo na luta pela qualificação. Portugal, que sábado também tinha empatado em casa, com a Polónia (2-2), conservou o terceiro lugar, com 17 pontos, menos dois que a Finlândia (segunda classificada) e menos três em relação à líder Polónia, equipas que ontem também empataram (0-0), em Helsínquia.

Final conturbado

Mas o que acabaria por marcar a noite, de forma negativa, aconteceu no fim do jogo. Os jogadores de Portugal e da Sérvia confrontaram-se no relvado, com o seleccionador luso, a participar dos incidentes.

Luiz Felipe Scolari, negou, durante a conferência de imprensa, que tenha agredido o futebolista Dragutinovic no final do encontro e afirmou que "não existem dados" que possam levar a UEFA a castiga-lo no futuro. "É mentira. Não toquei nem encostei no rapaz apenas defendi o Quaresma. E para isso tive que abrir os braços. Tentei afastar o sérvio do Quaresma", afirmou.

O treinador brasileiro garantiu que não aconteceu nada que possa levar a UEFA a afastá-lo dos próximos jogos de Portugal e mostrou-se disponível para a responder a qualquer inquérito do organismo que rege o futebol europeu. "A UEFA que examine o que tem para examinar. Se tiver que responder a pergunta da UEFA respondo. Foi um lance comum. Bate boca, empurrão e nada mais. Não existem dados que me possam castigar", frisou.

O treinador brasileiro rejeitou comentar as críticas do seleccionador da Sérvia, Javier Clemente, que afirmou que Scolari com este comportamento "devia deixar o Mundo do desporto". "Não quero saber o que ele disse. De certeza que não analisou o que equipa dele fez", disse apenas Scolari.

Consequências possíveis

Tendo em conta o sucedido no relvado de Alvalade, e segundo o Artigo 15 do Código Disciplinar da UEFA, qualquer jogador, técnico ou outro agente envolvido em incidentes que coloquem em causa o espírito desportivo pode ser alvo de variados castigos. Entre estes, e em ordem crescente de gravidade: um aviso; uma reprimenda; uma multa; suspensão por número determinado de jogos, ou por período temporal determinado ou indeterminado; suspensão de desempenhar qualquer função futebolística, por período determinado de jogos, ou indeterminado; ser banido da actividade futebolística.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.