Encontrado o corpo da criança desaparecida no rio Guadiana

Data:

O corpo da criança de nove anos desaparecida quarta-feira com o pai no rio Guadiana foi encontrado esta madrugada, confirmou à agência Lusa o coordenador das operações de busca, comandante Fernando Pacheco.

O cadáver foi recolhido pelas 01:15 junto ao cais do Guadiana, um pouco a jusante da ponte que atravessa o rio em Mértola, numa altura em que estavam suspensas as operações de mergulho devido à escuridão.

No sábado, as equipas de busca tinham encontrado o corpo do pai do rapaz, numa zona a jusante ao local onde as duas vítimas tinham sido vistas pela última vez.

O pai, de 43 anos, e o rapaz, de nove anos, desapareceram no rio Guadiana quarta-feira à tarde. Perto de 80 pessoas, das quais 30 são mergulhadores, estiveram envolvidas nas operações de resgate.

O coordenador das operações de busca, comandante Fernando Pacheco, prestará mais esclarecimentos sobre este caso numa conferência de imprensa marcada para as 07:00, no cais do Guadiana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.