Portugal – Azerbaijão

Data:

Cristiano Ronaldo leva Bessa ao rubro

   

Portugal venceu o Azerbaijão muito graças à excelente exibição de Cristiano Ronaldo que foi o melhor em campo depois de marcar dois golos e de ter levantado as bancadas com um golo monumental que só a equipa de arbitragem é que não viu que era válido. O “puto maravilha” tornou-se na maior figura da selecção após a saída de Luis Figo e promete bater todos os recordes da selecção.

   

Se mesmo quando Luís Figo era o capitão da Selecção Portuguesa, Cristiano Ronaldo era já o mais idolatrado dos internacionais portugueses, agora as dúvidas foram dissipadas por completo, na partida com o Azerbaijão, de apuramento para o Euro 2008.

No estádio do Bessa, no primeiro jogo em casa depois do Mundial da Alemanha, o apoio dedicado a Cristiano Ronaldo começou desde cedo. Mal Cristiano Ronaldo pisou o relvado para o aquecimento, os gritos e as salvas de palmas foram logo nota de destaque. Depois, quando o “speaker” de serviço anunciou o “17” da equipa das “quinas”, a cidade do Porto percebeu que o astro, naturalmente, era um dos eleitos pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari para o “onze” luso. Os gritos e aplausos devem ter sido ouvidos em muitos locais da cidade.


Pena pelo golo anulado

No final do jogo Cristiano Ronaldo mostrou-se satisfeito por ter “bisado” face ao Azerbaijão (3-0) mas triste por o árbitro lhe ter “roubado” um dos golos mais bonitos da carreira. Aos 26 minutos, um pontapé de bicicleta do jogador do Manchester United fez a bola embater na barra e passar a linha, mas nem árbitro, nem os assistentes viram: “seria um dos golos mais bonitos da minha carreira… fiquei bastante triste”. Ainda assim, Cristiano Ronaldo apontou dois golos e esteve na origem do outro, contribuindo decisivamente para o triunfo luso: “tenho estado bem, espero dar continuidade”, disse o

“17” luso, rejeitando ser o sucessor de Figo, que abandonou a selecção após o Alemanha 2006.

No que respeita ao colectivo, o importante foi conseguido: “foi um resultado bastante positivo e o grupo está bem”, frisou o extremo luso, desvalorizando o facto de Portugal apenas ter marcado três golos e não ter, assim, chegado à goleada.

   

Top 10 dos goleadores

   

O extremo Cristiano Ronaldo, a maior “estrela” da selecção portuguesa l, alcançou frente ao Azerbaijão, com 21 anos, o “top 10” dos marcadores da história da formação das “quinas”, ao “bisar” nesta partida.

No segundo encontro do grupo A de apuramento para o Euro 2008, o jovem jogador do Manchester United, que se estreou como internacional “AA” a 20 de Agosto de 2003 (1-0 ao Cazaquistão, em Chaves), passou a contar 14 tentos.

Cristiano Ronaldo, que ainda marcou um terceiro tento, deixou para trás Sérgio Conceição (12 golos) e ultrapassou os históricos Peyroteo, Matateu e Fernando Gomes (todos com 13). O número 17 luso tornou-se também no mais jovem jogador de sempre a atingir esta marca, no que foi o seu terceiro “bis” ao serviço da selecção nacional, depois dos alcançados frente à Rússia (7-1, em 2004) e à Arábia Saudita (3-0, também este ano). Com 14 golos, Cristiano Ronaldo está agora empatado com José Torres no nono lugar da lista dos goleadores lusos e apenas a um tento de Jordão, que vai, certamente, ultrapassar em breve. Acima, e a maior distância, estão Nené (22 tentos), João Vieira Pinto (23), o ainda activo na selecção “AA” Nuno Gomes (25), Rui Costa (26), Figo (32), Eusébio (41) e Pauleta (47).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.